Loading...

Gestão hospitalar: o que é, o que faz, salário e muito mais.

É certo dizer que uma boa atuação de uma gestão hospitalar faz toda a diferença. 

Afinal, ela garante mais eficiência nas atividades, serviços e processos de uma clínica quando bem executada.

Inclusive ao mesmo tempo que mantém um equilíbrio financeiro dos mesmos.

Com isso se tornando cada vez mais uma função bastante procurada pelos profissionais de saúde. 

E mais, sendo uma ótima oportunidade para quem gosta da área de saúde e da parte administrativa.

Pois dar para conciliar os dois em um mesmo ambiente de trabalho. 

Massa, né?

Por isso caso você se encaixe nesse perfil e esteja procurando saber um pouco mais sobre como funciona todo esse universo, continue aqui conosco que iremos te explicar em detalhes. 

Vamos? 

O que é gestão hospitalar de fato? 

Gestão hospitalar

É a administração do ambiente hospitalar.

Isto é, existirá um gestor responsável em ficar de de olho na direção e organização de um hospital como um todo.

Ou seja, tendo como função assegurar uma ótima qualidade infraestrutural para uma clínica.

Exercendo assim grande influência em assuntos.

Entre eles podemos citar a organização de processos, controle de agendas, pessoas, equipamentos, transferências de pacientes, alteração de postos, realização de exames e muito mais. 

Por isso sendo necessário pessoas altamente capacitadas para identificar e executar essas questões. 

E o que faz uma gestão hospitalar? 

Cabe a uma gestão hospitalar identificar o potencial da equipe do local.

Isto é, organizar todo o fluxo do trabalho a ser feito, que inclui, por exemplo:

  1. Decidir a quantidade de empregados que deverão estar presente em determinados turnos;
  2. Prezar pelo atendimento adequado dos pacientes;
  3. Gerenciar o estoque de materiais e medicamentos;
  4. Certificar da higiene do local;
  5. Estar em dia com a manutenção correta de equipamentos e muito mais. 

Isso é muito importante, pois fará com que as atividades sejam atribuidas para cada um de maneira adequada.

Suprindo assim as necessidades do ambiente da melhor forma.

E como garantir uma boa execução? 

Agilize processos 

Diminua a quantidade de processos priorizando a qualidade dos serviços com o menor custo possível. 

Para isso, uma boa dica é fazer uso da telemedicina.

Portanto que tal aprender sobre o assunto baixando o nosso ebook?

Baixar guia rápido de Telemedicina

Tenha planejamento 

É impossível que algo sem planejamento de alguma forma dê certo? 

De certa forma não, concorda? 

Entretanto as chances desse resultado ocorrer de forma positiva é muito mais alta com um bom planejamento em mãos. 

Com isso evitando grandes complicações futuras.

Por isso não esqueça: tenha sempre em mente um planejamento para as suas ações!

Priorize uma boa comunicação

Faça de tudo para que a sua equipe não apresente falhas de comunicação. 

Se isso ocorrer, as chances das coisas darem errado são muito altas. 

Portanto, procure sempre fazer com que as informações estejam bem integradas e cientes entre todos.

Para que assim o bom funcionamento do hospital fique bem assegurado. 

Quais os seus principais desafios? 

Não há como falar de desafios da gestão hospitalar e não mencionar a mais importante: a escala.

Motivos? Ora, todo centro médico e hospitais são formados por várias equipes bastante abrangentes que precisam estar na ativa 24h por dia.

Isso permite que existam grandes buracos que não serão possíveis de serem resolvidos caso ocorra uma escala mal feita.

E falando da área de saúde, que tem como responsabilidade a vida das pessoas, situações assim não podem ocorrer.

Por isso a importância dessa função, que deverá controlar os turnos e evitar furos para que, em casos de urgências ou situações inesperadas, consiga reajustar as escalas sem prejudicar o paciente e sobrecarregar o médico.

Isto é, garantindo que os profissionais de saúde executem a sua jornada de forma apropriada e de acordo com a legislação, que estabelece horários exatos para cada atividade. 

E quanto é o salário de um profissional que trabalha em gestão hospitalar? 

A média geral de todo o país é de R $4.716,00. 

Entretanto, segundo o Sistema Nacional de Empregos (SINE), o salário inicial de gestor hospitalar para quem está no início de carreira é de R $2.846,00.

Porém após 8 anos de experiência na área, o SINE também declara que caso a pessoa esteja em uma empresa de grande porte, o salário pode aumentar para 8.500,00.

E o que pode me ajudar a conquistar tudo isso de forma mais eficiente e prática? 

A resposta é muito simples e já foi mencionada no decorrer deste conteúdo: faça uso da telemedicina. 

Hoje em dia o cenário da tecnologia na área de saúde está cheio de novidades! 

E com a sua missão de otimizar os processos hospitalares e solucionar diversas dificuldades que são de responsabilidade do gestor, acaba se tornando uma opção indispensável.

Pois pode, por exemplo, auxiliar na elaboração da criação de bancos de dados.

Com isso, em um único lugar será possível ter todas as informações de médicos, pacientes, consultas, materiais, equipamentos e outros fatores que são essenciais para garantir uma gestão hospitalar eficiente.

Logo, com plataformas como a Ti.Saúde que transformam dados em informações mais acessíveis em apenas alguns cliques, o gestor adquire maneiras de tomar decisões mais seguras e ágeis, revertendo qualquer problema logo após sua rápida identificação.

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre o universo da gestão hospitalar?

Existem dúvidas? Conta pra gente!

E não deixem de conferir nossos outros conteúdos 😉

 

Deixe um comentário