Loading...

Desvendando a prescrição digital: saiba como usar dessa tecnologia para fidelizar pacientes

Desvendando a prescrição digital: saiba como usar dessa tecnologia para fidelizar pacientes
 

 

A prescrição eletrônica, também conhecida como prescrição digital, é a receita médica em sua forma online. Um avanço tecnológico que não só muda a forma de emitir esse documento, mas também de atender pacientes e prospectar novos. Neste artigo você irá entender o que é a prescrição digital e os seus benefícios para o marketing clínico.

Desde já, é importante mencionar também que o profissional de saúde precisa saber os princípios essenciais para executá-la de maneira correta. Por exemplo, o conhecimento dos diferentes tipos de prescrição médica para oferecer a melhor abordagem para cada paciente.

Por outro lado, ao avaliar o dia a dia tão desafiador de profissionais de saúde, o uso da tecnologia precisa estar alinhado a diversas estratégias de valor para, de fato, promover qualidade aos serviços de saúde oferecidos. A própria prescrição clínica precisa de alguns fatores para se destacar, seja realizada com a inovação tecnológica ou não.

Neste artigo você irá entender, na prática, a utilização da tecnologia em saúde ao seu favor: somando a prescrição digital na fidelização de pacientes.

Mas por que a prescrição digital é tão importante?

 

É muito comum que empreendedores e gestores usem do pensamento “em time que está ganhando não se mexe” e, por isso, se prendendo ao analógico.

No entanto, atualmente já se é estudado o impacto da prescrição eletrônica além do próprio cotidiano do profissional de saúde. Por exemplo, recentemente, no Jornal da USP, foi noticiado que a receita digital pode ajudar no combate à automedicação, devido a sua praticidade.

A tecnologia clínica e suas irradiações para a digitalização na área da saúde é uma realidade que já rompe diversas barreiras. Prova disso, também, é que dentro da área acadêmica já é discutido como digitalizar prescrições médicas é crucial para o verdadeiro progresso na saúde.

Antes mesmo das transformações advindas da pandemia de COVID-19, especialistas já vinham debatendo sobre como as tecnologias podem impactar a maneira de prescrever medicações. Em um artigo de 2006, da Semantic Scholar, foi analisado como a prescrição eletrônica garante mais segurança para pacientes hospitalizados:

“As prescrições médicas eletrônicas podem ampliar a segurança dos medicamentos porque são estruturadas, são mais legíveis e muitas informações podem ser fornecidas ao prescritor durante o processo de prescrição. Além de possibilitarem que o erro seja corrigido no momento da digitação sem que, para isso, haja rasuras ou rabiscos, os quais dificultam ainda mais o entendimento das informações.”

Acessibilidade e Facilidade de Compartilhamento

 

Como foi dito acima, a tecnologia médica garante que hoje profissionais de saúde possam ter o acesso instantâneo às prescrições, em qualquer lugar e a qualquer momento.

Essa praticidade torna muito mais fácil que o paciente possa levar a receita digital até uma farmácia e garantir a sua medicação. Além disso, por permitir que esse documento seja enviado à distância, a prescrição digital também garante que teleconsultas sejam realizadas de forma completa. Não só isso, ao ser armazenado de maneira digital, esse documento pode ser acessado posteriormente pelo paciente, gerando uma maior autonomia na sua jornada de cuidado da saúde.

Redução de Erros de Prescrição

Por muito tempo a dificuldade para entender informações escritas em receitas médicas foi unânime para muitos pacientes. Inclusive, hoje ainda faz parte da realidade analógica de muitas clínicas e consultórios.

Nesse aspecto, é essencial mencionar que eliminar problemas de legibilidade impacta diretamente na emissão de diagnósticos e tratamentos de pacientes. Inclusive, na interpretação destes sobre suas patologias, qual remédio lhes foi orientado e seus alertas de interações medicamentosas.

Maior Eficiência no Processo de Prescrição

Ao eliminar a necessidade de prescrições em papel, a prescrição digital simplifica e agiliza o processo de emissão de receituários médicos. Dito isso, essa praticidade favorece tanto quem está fornecendo o cuidado da saúde, como também quem está o recebendo.

A prescrição eletrônica além otimizar o tempo gasto do profissional de saúde, também faz isso pelo paciente que espera o documento. Neste aspecto, vale ressaltar as exigências do novo consumidor e como ela se interliga à Experiência do Paciente. O perfil atual de pacientes é que estes esperam uma abordagem resolutiva, mas igualmente prática. O que pode ser proporcionado por uma prescrição feita de forma 100% online.

Além disso, ainda se tratando de novas tecnologias, estas possibilitam profissionais de saúde a acessarem o histórico clínico de seus pacientes de forma totalmente virtual. Dessa forma, garantindo que as prescrições sejam feitas com base em informações precisas e atualizadas.

É válido ressaltar, por fim, que as prescrições digitais integradas a prontuários eletrônicos e a um sistema de gestão clínica confiável, facilita o cotidiano de administradores da saúde e o controle destes sobre os seus negócios.

Como a Prescrição Digital Ajuda a Fidelizar Pacientes

 

A prescrição digital é um elemento-chave na fidelização de pacientes, oferecendo uma experiência mais cômoda, eficiente e segura. Por meio da personalização do atendimento através desse recurso e de como ele possibilita uma consulta rápida ao histórico de saúde, o paciente pode obter um cuidado individual e humanizado. Isso porque, ao saber da sua jornada do paciente, o profissional de saúde pode oferecer um olhar específico às suas particularidades, numa comunicação facilitada e fortalecida.

O armazenamento seguro também é um grande auxiliador para fidelizar pacientes. Isso porque, a partir do momento que o profissional transmite ao seu público que suas informações estão guardadas em segurança, ele consegue cativar a confiança e a visão como uma autoridade no assunto. Vale pontuar, também, que os dados de saúde guardados também poupam ao paciente de sempre repetir as mesmas informações a cada consulta de retorno.

Segurança e Conformidade com Normas Regulatórias

Como citado acima, o armazenamento seguro das prescrições digitais é um aliado da fidelização de pacientes pelo conforto tanto ao paciente, como ao profissional de saúde responsável. Porém, vale ressaltar que o armazenamento em nuvem, por exemplo, garante também confidencialidade e proteção às informações sobre saúde de cada paciente.

Aqui na Ti Saúde, por exemplo, nosso armazenamento em nuvem tem o padrão de qualidade Amazon, feito pela AWS (Amazon Web Services). Isso significa que todos os nossos clientes são protegidos de forma inteligente, tendo conformidade com regulamentações de saúde, principalmente a LGPD.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) protege todos os agentes da saúde, além do próprio paciente, numa realidade virtual que também é física. Afinal, ao discutir os impactos de um vazamento de dados, por exemplo, as consequências vão além do meio do ciberespaço. Por isso, ao decidir por um software que proporcione prescrição digital, é essencial avaliar que este irá ofertar a segurança devida, prevenindo imprevistos ilegais.

Deixe um comentário