Loading...

Como a telemedicina ajuda oncologistas a cuidarem de pacientes

Como a telemedicina ajuda oncologistas a cuidarem de pacientes sem barreiras de distância

Entenda como a telemedicina ajuda oncologistas a proporcionar um cuidado sem fronteiras

A telemedicina é um divisor de águas na prática clínica e causa transformações desde o seu surgimento. Se, em algum momento, já foi pensado que o uso desta nova tecnologia era limitado a apenas o cenário da pandemia, hoje já é possível notar a importância da telemedicina para o dia a dia e seu impacto no cuidado da saúde dos pacientes.

Esta tecnologia clínica também é uma auxiliadora para promover uma atenção mais específica e contínua de acordo com a necessidade de cada paciente. Principalmente se tratando de abordagens mais delicadas dentro da área da saúde, como a oncologia.

Os profissionais de saúde deste segmento precisam, ao máximo, acompanhar os seus pacientes em sua jornada. Por isso, a tecnologia médica e suas ferramentas são uma oportunidade de tornar este cuidado ainda maior e melhor.

Imergindo nesta perspectiva, trouxemos neste artigo uma explicação de como oncologistas podem aproveitar o monitoramento remoto em sua rotina. Nos próximos capítulos você irá aprender como a telemedicina está impactando positivamente a prática dos oncologistas, assim como alguns cases de sucesso.

Os desafios enfrentados por oncologistas

Antes de tudo, é preciso destacar que apesar de diversos avanços para a oncologia brasileira, há alguns desafios que são necessários destacar.

Dentre eles, é possível citar a distância e a dificuldade para o acesso a especialistas. Há quase 10 anos, numa notícia para um portal jornalístico com foco em Oncologia, isso já havia sido mencionado. Nela, o oncologista clínico Luciano de Souza Viana, menciona:

“Os grandes desafios da atenção oncológica no Brasil são melhorar o acesso a serviços com capacidade para realizar atendimento humanizado, integral e com qualidade.”

A oncologia e a telemedicina

Ao falar sobre tecnologia em saúde, é imprescindível mencionar como a oncologia pode desfrutar de uma das maiores tendências da saúde 5.0: a telemedicina. Entre as vantagens dessa inovação tecnológica, pode-se pontuar o quanto ela pode ajudar oncologistas a atenderem pacientes de todo o país e do mundo. Neste capítulo você irá entender um pouco mais como a telemedicina hoje já faz parte do cotidiano de diversos especialistas em oncologia.

Como a telemedicina está sendo aplicada na oncologia

Ao proporcionar atendimentos ou serviços de saúde no geral, a palavra-chave do dia a dia sempre é praticidade. Para oncologistas, essa vantagem propicia uma otimização de tempo que garante mais cuidado para seus pacientes.

Uma das aplicações da telemedicina na oncologia é a emissão de laudos e atestados à distância, que diminui a frequência que os profissionais precisam encontrar os pacientes presencialmente, além de já armazenarem de forma inteligente esses documentos.

Bem como, a possibilidade do paciente conseguir uma segunda opinião clínica sobre diagnósticos e tratamentos também é pertinente. O oncologista Dr. Cleberson Queiroz, da Oncocenter, em uma matéria para o G1, destacou essa utilidade da telemedicina:

“Permite ainda que o paciente obtenha uma segunda opinião sobre um caso complexo antes de se submeter a tratamentos delicados. Isso é bom para os dois lados: para o paciente que tem mais segurança na conduta sugerida, e para os profissionais que podem ter sua conduta referendada”

Por outro lado, engana-se quem acredita que o aumento do uso da telemedicina significa uma substituição das consultas presenciais e de como os pacientes as buscariam. O oncologista Dr. Cleberson Queiroz também destacou este fato:

“Por outro lado, deve ser ressaltado que, em muitos casos, a teleconsulta não substitui a avaliação presencial, pois esta permite ao médico realizar o adequado exame clínico do paciente. Além disso, é certamente uma forma de contato que estabelece um vínculo mais próximo entre as partes envolvidas, algo essencial em muitas situações clínicas.”

A telemedicina, junto as consultas presenciais, são uma junção importante para o acompanhamento integral de pacientes oncológicos. Neste aspecto, as informações sobre saúde do paciente que estejam num prontuário eletrônico, por exemplo, também são uma forma de conectar o atendimento presencial com o uso da tecnologia.

Do mesmo modo, a prescrição digital e o uso de fichas personalizadas podem promover um atendimento ainda mais direcionado, com dados estratégicos sobre o quadro clínico e o andamento da jornada do paciente. Assim, junto a um olhar humanizado sobre ele, a tecnologia pode ajudar a fortalecer a conexão e impulsionar a confiança do paciente em relação ao profissional e sua abordagem.

Quais são os benefícios da telemedicina para Oncologistas

Antes de tudo, é necessário entender primordialmente o que é a telemedicina para desvendar quais os seus recursos podem ser úteis para oncologistas.

Ela abrange diversas aplicações e cada uma pode ser decisiva para a prevenção de complicações, principalmente se tratando de pacientes com um quadro tão delicado como o oncológico.

A partir disso, podemos mencionar 3 benefícios da telemedicina para oncologistas que se alinham com o propósito de possibilitar mais e melhor cuidado:

  • Maior acesso a pacientes que têm mobilidade reduzida, idosos ou aqueles que residem em locais de difícil acesso;
  • Possibilidade de colaboração com especialistas de qualquer lugar do mundo, inclusive por poder compartilhar quadros clínicos por meio da emissão de laudos à distância;
  • Para oncologistas que já possuem presença digital e anseiam maximizar a sua autoridade, a telemedicina consegue fazer com que isso seja possível. Neste ínterim, também é igualmente importante disponibilizar um agendamento digital para esses pacientes, de preferência numa plataforma específica para isso;

Transformação digital e softwares clínicos

Com os avanços tecnológicos, a transformação digital da saúde hoje trouxe os softwares clínicos como soluções vitais para o cotidiano de profissionais de saúde. E, na visão das necessidades dos oncologistas, isso não poderia ser diferente.

Entre as múltiplas funções da saúde digital para estes especialistas, pode-se destacar as mensagens enviadas por automação, muito importantes para a comunicação linear com os pacientes. Nelas, o profissional pode disparar lembretes de consulta, criar campanhas de marketing personalizadas, além de enviar orientações importantes para os seus pacientes. Por exemplo, a importância de ingerir as medicações de acordo com o que foi prescrito e recomendado em consulta.

Ainda que o atendimento online e o agendamento digital sejam duas grandes vantagens de uma plataforma de saúde, elas não são as únicas funcionalidades que um software de saúde 5.0 pode oferecer. Na Ti Saúde, partimos da visão do que pode abraçar todas as necessidades do profissional clínico, e assim desenvolvemos as nossas funcionalidades.

Uma delas é a área do paciente, nossa ferramenta exclusiva. Ela registra todas as informações de saúde do paciente em uma seção específica na nossa plataforma, com um armazenamento inteligente e fácil acessibilidade.

Além disso, para oncologistas que desejam impulsionar sua presença digital e se posicionarem na web com mais consistência, temos o nosso recurso de clínica digital em formato de site personalizado. Nele, o profissional de saúde pode apresentar suas especializações, seu local de atendimento presencial, além de espaço para feedbacks de atuais pacientes.

Se você é oncologista e ainda não entende como a saúde digital pode te ajudar a cuidar dos seus pacientes com mais excelência, você precisa conhecer a solução que já é utilizada por mais de 25.000 usuários no país inteiro. Clique aqui e teste gratuitamente nossas funcionalidades por até 15 dias!

Deixe um comentário