Telessaúde: o que é, como funciona e quais as suas vantagens

Telessaúde: o que é, como funciona e quais as suas vantagens 

A telessaúde é desconhecida por muita gente, até mesmo por aquelas que são do ramo da saúde. Fato estranho, né?

Pois é. Querendo ou não, sempre tem aquelas pessoas que acabam demorando para se inserir nas novidades tecnológicas.

Entretanto é crucial sabermos do que se trata, até mesmo pessoas comuns que não necessariamente atuam na área.

Motivos? Bem, a telessaúde tem muito a te agregar.

Não sabe como? Vem comigo que eu vou te explicar!

O que é a Telessaúde?

Segundo o Ministério da Saúde, Telessaúde é:

Um componente da Estratégia e-Saúde (Saúde Digital) para o Brasil, que tem como finalidade a expansão e melhoria da rede de serviços de saúde, sobretudo da Atenção Primária à Saúde (APS), e sua interação com os demais níveis de atenção fortalecendo as Redes de Atenção à Saúde (RAS) do SUS.

Ou seja, é um sistema que se utilizará da tecnologia para aprimorar e melhorar os atendimentos de saúde de forma virtual, através de computadores e softwares.

Como funciona a Telessaúde no Brasil

A telessaúde no Brasil é regulamentada pelo Ministério da Saúde desde 2017. Porém, antes de isso ocorrer, esse sistema tomou a frente de diversas ações. Em 2006, por exemplo, foi criado o Comitê Executivo de Telessaúde e a Comissão Permanente de Telessaúde.

Logo depois, no mesmo ano, o projeto da Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) da RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa) começou a ser executado.

Essa ação foi de crucial importância, pois levou informações e infraestrutura de videoconferência a hospitais universitários, logo na primeira fase.

Chegando em 2007 foi criado o Programa Nacional de Telessaúde Brasil Redes, que contou com diversas ações em núcleos estaduais, intermunicipais e regionais que possibilitaram parcerias com instituições públicas e privadas.

Tudo isso foi o suficiente para que fosse possível ter uma melhora na qualidade e um grande acréscimo de assistências oferecidas pelo SUS.

Dois benefícios que a telessaúde traz para pacientes e profissionais

1 – Otimização do seu tempo 

É normal que em clínicas cada médico tenha dias definidos para executar o seu trabalho.

Contudo isso acaba se tornando um problema porque fará com que não tenha profissionais em tempo integral para laudar os exames solicitados.

O que acaba ocasionando a famosa demora para os resultados serem analisados e consequentemente divulgados.

Porém a telessaúde faz com que esse problema suma de sua vida. Com a determinação de prazos para os exames serem laudados, tudo ocorrerá de maneira mais simples.

Além de que nesse formato os médicos estarão presentes com regularidade, podendo assim ter casos em que alguns laudos serão entregues em questão de minutos após o pedido. Coisa boa, né?

2 – Menos custos 

Chega de desembolsar muito dinheiro! Com a telessaúde, os gastos em relação ao preço final do serviço prestado ao médico não serão contabilizados, o que barateia e muito o valor final das suas consultas ou clínicas.

Como isso é possível? Bem, vou explicar: quando um médico é contratado para laudar exames presencialmente, gastos intrínsecos como alimentação e transporte são custeados pela clínica.

Isso faz com que os custos saiam muito caros. Porém ainda existe o lado do profissional de saúde.

Nessa situação, caso o preço recebido pelo médico seja muito abaixo do esperado, não será vantajoso para ele se deslocar até a clínica, o que ocasiona um aumento dos preços desses profissionais.

Isto significa que com a telessaúde não haverá gastos extras, fazendo com que os exames, por exemplo, sejam bem mais baratos do que os que são feitos de forma presencial.

Quais as principais diferenças entre Telessaúde e Telemedicina? 

Se tem algo que pode confundir muitas pessoas é a diferença entre telessaúde e telemedicina, especialmente por estarem relacionadas a avanços tecnológicos. 

Há quem pense, inclusive, que tenham o mesmo significado, entretanto não é bem assim.

Enquanto a telessaúde é a possibilidade da aplicação de sistemas de comunicação, informação e tecnologias em geral na área de saúde, a telemedicina é voltada em um parâmetro específico do ramo.

Nela a sua atenção estará focada na comunicação, que será crucial para facilitar trocas de informações entre profissionais de saúde.

Ou seja, de maneira bem breve, a telemedicina é aquela que traz direcionamentos mais específicos voltados para a comunicação e a telessaúde é aquela que engloba os avanços tecnológicos no geral. Fácil né? Agora não tem mais desculpas para confundir os dois.

Baixar ebook: marketing para profissionais de saúde

 

Conheça os serviços oferecidos

A telessaúde estando integrada à tecnologia, obviamente ela possui muitos serviços para oferecer, não é verdade?

Devido a isso, vamos conhecer cada uma delas?

1 – Teleconsultoria

Através dela será possível tirar dúvidas sobre ações de saúde e procedimentos clínicos.

Ou seja, se você tiver um questionamento, existirá a possibilidade de você envia-lá para um profissional da área de saúde, podendo ser feita através de duas maneiras:

Uma delas é pela internet, que te trará a possibilidade de sanar essas dúvidas por meio de chamadas em tempo real, como web conferência, vídeo conferência, telefone ou chat.

Já a outra é sem a dependência de utilizar a internet, nomeada como: chamada assíncrona. Nela, diferente da outra, você terá um tempo limite de 72 horas para obter a sua resposta.

2 – Telediagnóstico

A sua função é emitir laudos ou avaliação de exames por meio de dados de gráficos e imagens enviados pela internet.

Ele é de suma importância, pois faz com que pessoas que vivem longe dos grandes centros tenham contato com especialistas.

Aqui no Brasil mesmo, existe um alto número de pessoas que vivem isoladas e sem nenhum tipo de opção para consultar médicos.

Dessa forma, o telediagnóstico chega como uma melhora para essas pessoas.

E o melhor? É que os processos de exames são muito mais rápidos.

3 – Teleducação

Como o próprio nome indica, é um serviço onde são oferecidas atividades educacionais à distância com a ajuda da tecnologia.

Isto significa que será possível ter acesso a palestras, cursos, aulas e fóruns de discussão que poderão ser compartilhados nas unidades dos SUS.

4 – Segunda opinião formativa

Quando você está precisando de uma opinião breve sobre determinada questão que envolva uma clínica ou um procedimento feito, a segunda opinião formativa poderá te ajudar.

Como? Te dando um conteúdo de perguntas e respostas sobre assuntos importantes que têm grande relevância para os trabalhadores de saúde.

Com isso, será possível achar resoluções que você procura sobre o seu caso ou situações semelhantes. Interessante, né?

Segurança de dados 

Embora a tecnologia esteja presente 24 horas nas nossas vidas, ainda existe aquela desconfiança quando se trata de entregar seus dados para um serviço online. Não é verdade?

Porém com a telessaúde esse medo não é necessário, conseguindo assegurar a segurança de dados tanto do paciente quanto da clínica. 

Como? Através de um sistema criptografado de ponta a ponta. 

Dessa forma ninguém poderá acessar a sua conta, garantindo a total privacidade dos seus dados que só poderão ser acessados por você.

E sabe o que é melhor? É que a nossa plataforma da Ti.Saúde pode oferecer tudo isso!

Clique na imagem abaixo, acesse o nosso site e experimente grátis!

experimente gratuitamente tisaude

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!