Como ficam os consultórios odontológicos em meio a pandemia?

Diante de toda a movimentação com o novo coronavírus, surgem diversas dúvidas em relação ao funcionamento dos segmentos. Inclusive, como ficam os consultórios odontológicos em meio à pandemia? 

Neste artigo falaremos um pouco mais sobre os impactos da pandemia no setor odontológico. 

Visitas aos consultórios 

Mesmo antes da pandemia as visitas aos consultórios odontológicos já eram muito menores do que as indicadas pelo regime Nacional de Saúde. 

Segundo os dados da Pesquisa Nacional da Saúde, cerca de menos da metade dos brasileiros visita o dentista com frequência, sendo que a orientação é que sejam realizadas no mínimo duas visitas a um consultório odontológico por ano. 

Diante desse novo vírus, as visitas ficaram ainda menos frequentes, levando em consideração que a contaminação por esse vírus é oral e muitos ainda apresentam receio e dúvidas quanto aos procedimentos de cuidado.

Assim, antes de realizar tratamentos é importante fazer pesquisas como tratamento de canal preço e as medidas que estão sendo tomadas para realizá-lo antes de ir de fato ao consultório. É essencial recorrer a um consultório de confiança e questionar quais os protocolos adotados pela clínica no combate ao Covid-19.

Com isso, as pesquisas relacionadas ao setor cresceram bastante, de modo que os pacientes pudessem encontrar formas de se prevenir ao demandar uma consulta de rotina ou emergência.

O número de pessoas contaminadas crescem dia após dia, e os noticiários reforçam que a COVID-19 está presente em 64 países. 

Visando isso, a agência nacional de vigilância sanitária (Anvisa) determinou novas regras de prevenção para atendimento odontológico diante desse momento tão delicado. 

De modo a auxiliá-lo neste processo, confira a seguir os cuidados necessários aos profissionais de odontologia e no atendimento:

Use máscaras

As máscaras são itens indispensáveis neste momento. Para os atendimentos odontológicos o indicado é o uso de modelos descartáveis que devem ser trocados a cada 2h00. 

Não apenas os cirurgiões devem fazer uso das máscaras, mas os pacientes também precisam acessar a clínica protegidos. 

Para a realização do procedimento é feita a retirada da máscara, demandando a troca após o tratamento, para circulação nos demais ambientes do consultório.

Por esse motivo, mesmo que o paciente vá a clínica para realizar uma pesquisa sobre a restauração de dente quanto custa, ele deve utilizar máscaras cobrindo a boca e o nariz. Apenas na avaliação prévia ao procedimento a máscara poderá ser tirada.

Também é importante levar uma sacolinha para guardar separadamente as máscaras já usadas, diminuindo ainda mais o risco de contaminação.

Tenha álcool em gel

Assim como a máscara, o uso do álcool em gel se tornou indispensável, devendo estar disponível desde a recepção até a sala de consulta em locais de fácil acesso para o paciente.

Em relação aos profissionais, as mãos devem ser lavadas cuidadosamente antes e depois de realizar qualquer tratamento, mesmo que seja a manutenção de um aparelho ortodôntico ou a avaliação sobre o resultado do procedimento.

O uso de luvas e a higienização adequada dos materiais usados também são necessários.

Já os pacientes devem realizar a lavagem das mãos assim que chegarem à clínica ou forem sair dela. 

Tenha uma agenda mais equilibrada 

O principal motivo para a implementação da quarentena e do distanciamento social é a redução de aglomerações, diminuindo as chances de contaminação.

Por esse motivo, também é necessário ter um horário de atendimento mais flexível, evitando a movimentação em salas de espera.

Para isso a orientação é que de um paciente para o outro você deixe um intervalo de 15 minutos para que o atendimento seja realizado e o paciente se prepare para os ambientes de circulação.

Em casos em que o paciente necessita de um atendimento específico, reorganize a sua agenda para que nem a sala do seu consultório e nem a sua recepção gerem aglomerações. 

Atenda em casos de emergência

Sabemos que quando falamos em saúde bucal, todo cuidado é pouco. Afinal, a saúde dos nossos dentes pode influenciar diretamente no nosso organismo e imprevistos podem ocorrer.

Assim, mantenha o atendimento de casos de emergência, como a restauração de um dente, um tratamento de canal ou a manutenção de um aparelho ortodôntico, mas estabeleça critérios e organize sua agenda para tal. 

Pacientes que iniciaram o tratamento de implante dentário antes desse período também necessitam de atenção, para que dores ou problemas que surgiram durante o período de adaptação possam ser solucionados. 

Mantenha contato com os pacientes 

Antes da consulta, é importante que o doutor entre em contato com os pacientes para saber se não tiveram os sintomas nos últimos tempos. 

Mesmo que esse paciente já tenha agendado a extração de dente há algum tempo, neste momento tão delicado é importante prevenir a saúde dos funcionários e do próprio paciente.

Assim, é indispensável saber se os clientes não tiveram dor de cabeça, febre ou uma gripe intensa. 

Em casos em que algum desses sintomas seja aparente, prefira re-agendar a consulta, dando intervalo de 15 a 20 dias para o indivíduo. 

Faça uso de materiais para proteção

Mesmo antes da pandemia, os jalecos e luvas já eram indispensáveis para os cirurgiões dentistas. Com a pandemia, o uso dos materiais foi ainda mais reforçado pela Anvisa. 

Hoje os óculos feitos de acrílico, junto das máscaras, também se tornaram essenciais para realizar um tratamento seguro tanto para você quanto para o seu paciente. 

O óculos evitará que os respingos de uma limpeza de dente possa atingir o seus olhos, bem como o contato com qualquer mucosa ou substância que possa conter o vírus.

Seguindo todas as normas, os consultórios odontológicos se tornaram ambientes mais seguros e confortáveis para a realização de próximos procedimentos. 

Contudo, é importante estar atento dia após dia nos cuidados básicos de prevenção para que essa pandemia seja controlada. Com isso, o risco de contaminação é reduzido.

Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora da rede Clínica Ideal.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!